Cleonice Schlieck

Não são as nossas rugas que demonstram o quanto vivemos, mas aquilo que carregamos dentro de nós...

Textos

Eu amo
Tenho toda a vida para amar-te
Mas não quero deixar para velhice
O sentimento que sinto desde já.
Não quero sofrer saudade
De um futuro incerto
Ou chorar por aquilo que
Poderia ser nosso futuro.
Se tenho agora minha juventude e
Minha mocidade para lhe oferecer,
Porque esperar até a velhice
Para estar ao seu lado e
Declarar-me apaixonado?
Bem sei que não és mulher
Que se entrega facilmente,
Que não entrega seu coração
Para um amor qualquer,
Uma paixão passageira...
Mas meu amor é tão
Profundo, sincero...
Não sei descrevê-lo
Nem quero!
Só quero compartilhá-lo
Dividi-lo com você
Agora, no presente,
E em todo o futuro
Seguindo até o fim
Dos meus dias, sempre.
Cleonice Schlieck
Enviado por Cleonice Schlieck em 30/03/2020


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras